of 34

[MONOGRAFIA DE ESPECIALIZAÇÃO] Gestão pública da informação sigilosa à luz da Lei de Acesso à Informação

31 views
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Share
Description
É possível compatibilizar a gestão pública da informação com o sigilo tão característico e vital à Atividade de Inteligência? Responder a tal indagação é o objetivo principal deste trabalho. Como marcos teóricos, opta-se pela teoria do
Tags
Transcript
    UCAM Ð UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PîS-GRADUA‚ÌO  LATO SENSU   MBA EXECUTIVO EM GESTÌO PòBLICA GILLS VILAR LOPES GESTÌO PòBLICA DA INFORMA‚ÌO SIGILOSA Ë LUZ DA LEI DE ACESSO Ë INFORMA‚ÌO PORTO VELHO - RO 2017    UCAM Ð UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES GILLS VILAR LOPES GESTÌO PòBLICA DA INFORMA‚ÌO SIGILOSA Ë LUZ DA LEI DE ACESSO Ë INFORMA‚ÌO Monografia apresentada ˆ Universidade Candido Mendes - UCAM, como requisito parcial para a obten•‹o do t’tulo de Especialista em MBA Executivo em Gest‹o Pœblica. PORTO VELHO - RO 2017    Ë Dalliana Vilar Lopes.      AGRADECIMENTOS Aos professores e demais profissionais que fazem parte da Universidade Candido Mendes (UCAM), por toda a aten•‹o depositada, ao longo desta jornada. A Tœlio Faria, por ter me apresentado ˆ P—s-Gradua•‹o da UCAM e incentivado a realizar este MBA. Ao prof. Dr. Augusto Wagner Menezes Teixeira Jr. e ao Grupo de Pesquisa em Estudos EstratŽgicos e Seguran•a Internacional (GEESI) do Departamento de Rela•›es Internacionais (DRI) da Universidade Federal da Para’ba (UFPB) pela oportunidade de palestrar sobre este trabalho. Aos organizadores do 11¼ Programa de Interc‰mbio SAL/SAJ Ð MinistŽrio da Justi•a e Casa Civil da Presidncia da Repœblica Ð, do qual a ideia deste TCC germinou, ap—s visita ˆ Controladoria-Geral da Uni‹o (CGU). E, finalmente, ˆ minha esposa Dalliana Vilar Lopes, por todo o incentivo. Agrade•o-lhes.   Sigilo e inteligncia[...] s‹o temas sobre os quais seria oportuno que cientistas pol’ticos[...] e juristas se debru•assem mais detidamente. Reconhecendo os problemas que as discuss›es sobre sigilo e agncias de inteligncia trazem para todas as democracias do mundo, o pior que se  pode fazer Ž fingir que eles n‹o existem. (PROEN‚A JR; DINIZ, 1998, p. 92).  
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks