of 18

Tradução para o português de INVESTIGANDO A CONCORDÂNCIA E A EXATIDÃO NA ESCRITA ALEGADAMENTE MEDIÚNICA: UM ESTUDO DE CASO DAS CARTAS DE CHICO XAVIER

20 views
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Share
Description
Tradução para o português de INVESTIGANDO A CONCORDÂNCIA E A EXATIDÃO NA ESCRITA ALEGADAMENTE MEDIÚNICA: UM ESTUDO DE CASO DAS CARTAS DE CHICO XAVIER
Transcript
  1 INVESTIGANDO A CONCORDÂNCIA E A EXATIDÃO NA ESCRITA ALEGADAMENTE MEDIÚNICA: UM ESTUDO DE CASO DAS CARTAS DE CHICO XAVIER   Dr. Alexandre Caroli Rocha 1,2# , Dra. Denise Paraná 1,2 , Dra. Elizabeth Schmitt Freire 3 , Dr. Francisco Lotufo Neto 4  e Dr. Alexander Moreira-Almeida 1   Contexto : O estudo da mediunidade é importante porque, se as habilidades mediúnicas forem reais, elas podem fornecer apoio empírico para teorias não reducionistas da mente, apresentando, assim, importantes implicações para o nosso entendimento da relação mente-cérebro. O presente estudo investigou a suposta mediunidade de Chico Xavier, um “ médium ”  muito prolífico e influente no Brasil. Objetivo : Investigar a exatidão das informações transmitidas em cartas “ psicografadas ”  de Chico Xavier (i.e., cartas cuja autoria é atribuída a uma personalidade falecida) e explorar as suas possíveis explicações. Método : Após uma busca sistemática das cartas psicografadas por Chico Xavier, selecionamos um conjunto de 13 cartas supostamente escritas por um mesmo autor espiritual (J.P.). Inicialmente, identificamos nas cartas os itens de informação objetivamente verificáveis. A exatidão das informações contidas nesses itens e a probabilidade estimada de acesso do médium a essas informações através de meios usuais foram avaliadas através das escalas de Concordância e Vazamento com base em documentos e entrevistas realizadas com a irmã e amigos de J.P. Resultados : Identificamos 99 itens de informação verificáveis contidos nessas 13 cartas; 98% desses itens foram avaliados como “ Concordância clara e precisa ”, e nenhum item foi considerado como “Sem concordância ”. Conclu ímos que as explicações comuns para a exatidão das informações (i.e., fraude, acaso, vazamento de informações e leitura fria) são apenas remotamente plausíveis. Esses resultados parecem fornecer suporte empírico para teorias não reducionistas da consciência. Palavras-chave : mediunidade, relação mente-cérebro, luto, consciência, espiritualidade, sobrevivência.   Artigo srcinal publicado na revista Explore, vol. 10, n. 5, set.-out. 2014, p. 300-308, ISSN 1550-8307, http://dx.doi.org/10.1016/j.explore.2014.06.002, sob o título:  Investigating the fit and accuracy of alleged mediumistic writing: a case study of Chico Xavier’s letters . Todos os direitos reservados. Versão para o português revisada pelos autores, realizada por Dr. Heberth Paulo de Souza (hp.souza@globo.com). 1  NUPES  –   Núcleo de Pesquisa em Espiritualidade e Saúde / Faculdade de Medicina da UFJF  –   Universidade Federal de Juiz de Fora / Juiz de Fora (MG), Brasil. 2  PROSER  –   Instituto de Psiquiatria / Faculdade de Medicina da USP  –   Universidade de São Paulo / São Paulo (SP), Brasil. 3  Faculdade de Educação da Universidade de Aberdeen / Aberdeen (Escócia), Reino Unido. 4  Instituto de Psiquiatria / Faculdade de Medicina da USP  –   Universidade de São Paulo / São Paulo (SP), Brasil. Apoio financeiro: esta pesquisa foi financiada pela FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), Brasil. Processo 2010/11047-0. #  Endereço para correspondência : Dr. Alexandre Caroli Rocha / Av. Nações Unidas, 910 / Águas de Lindoia  –   SP  –   Brasil / CEP  –   13.940-000. E-mail: alecaroli@hotmail.com  2 INTRODUÇÃO A mediunidade é geralmente definida como uma experiência através da qual um indivíduo (chamado “médium”)  alega manter comunicação com pessoas falecidas. Experiências mediúnicas são fenômenos relatados ao longo da história da humanidade, expressos através de oráculos, profetas e xamãs, e fazem parte das raízes gregas, romanas e judaico-cristãs da sociedade ocidental, bem como do budismo tibetano e do hinduísmo. 1,2  Nos últimos anos, tem havido um grande interesse público sobre fenômenos mediúnicos, como demonstra a alta popularidade de programas de TV , livros e filmes que abordam o assunto. 3  O estudo da mediunidade é importante porque possui implicações significativas para o nosso entendimento sobre a natureza da mente. No século XIX , estudos sobre o fenômeno da mediunidade foram vitais para o desenvolvimento de teorias sobre a dissociação e a mente subliminar. 4,5  Fundamentalmente, se as habilidades mediúnicas forem reais, elas podem fornecer apoio empírico para teorias não reducionistas da mente, apresentando, assim, importantes implicações para o nosso entendimento da relação mente-cérebro. 2  A investigação científica da mediunidade teve início no final do século XIX . Muitos cientistas e intelectuais que participaram das primeiras investigações, como William James, 6  concluíram que as respostas ortodoxas (i.e., fraude, coincidências fortuitas e atividade mental inconsciente) poderiam explicar muito, mas não toda a evidência empírica obtida, e a maioria deles chegou a aceitar a existência da percepção extrassensorial e/ou a sobrevivência da consciência .2,7,8  Embora as pesquisas sobre mediunidade tenham diminuído ao longo do século XX , um interesse renovado tem ocorrido durante a última década. Vários estudos investigando se a mediunidade fornece evidências para a recepção anômala de informações têm sido publicados em revistas científicas de medicina e psicologia com resultados conflitantes. 3,9-11  Nesses estudos, foi encontrado que médiuns não forneciam níveis similares de informações verídicas quando comparados entre si, e nem com o mesmo médium em ocasiões diferentes. Por essa razão, é necessário realizar estudos com médiuns particularmente talentosos, aqueles que fornecem evidência de recepção anômala de informações de forma consistente e confiável. Essa abordagem vai ao encontro da sugestão de James, 12  de que a pesquisa em mediunidade deve se focar no “bom espécime da classe”.   CHICO XAVIER Chico Xavier (1910-2002) foi um médium brasileiro que produziu uma ampla variedade de fenômenos mediúnicos e é considerado um dos médiuns mais prolíficos e influentes do século  3 XX . 13,14  Xavier foi criado numa família católica muito pobre e iletrada em uma pequena cidade rural no Brasil. Ele só recebeu educação elementar (até a quarta série) e começou a trabalhar aos oito anos de idade numa tecelagem local. Ao longo de sua vida, Chico Xavier produziu, alegadamente por “ psicografia ”  (escrita sob a influência de uma pessoa falecida), mais de 450 livros abrangendo uma grande variedade de gêneros e estilos: romances, poesia, literatura infantil, contos, cartas e ensaios científicos e filosóficos. Seu primeiro livro, uma coletânea de 60 poemas mediúnicos de autoria atribuída a 14 famosos poetas brasileiros e portugueses falecidos, foi publicado em 1932 e tornou-se uma sensação literária no Brasil. 15  Várias filmagens mostram Chico Xavier em atividade: ele pegava um lápis e, com sua mão direita sobre uma folha de papel e sua mão esquerda sobre seus olhos, ficava sentado em silêncio por alguns minutos. Então, sua mão deslizava sobre o papel com uma grande velocidade, nunca ultrapassando a margem da folha. Quando uma página era preenchida, uma pessoa sentada próxima a ele removia a folha e colocava outra em seu lugar. Dessa maneira, Chico Xavier preenchia cerca de 20 folhas grandes de papel em poucos minutos. 15  Até 2010, haviam sido vendidos cerca de 50 milhões de exemplares 16  dos livros de Chico Xavier, alguns dos quais com traduções em mais de dez línguas. 13,17  Mas, apesar de sua enorme popularidade e sucesso editorial, ele teve uma vida muito modesta com o pequeno salário de seu emprego de funcionário público. Nunca procurou nem recebeu pagamento por nada que tenha escrito, e doou todos os seus direitos autorais para instituições de caridade. 13,17  Outro aspecto importante do trabalho mediúnico de Chico Xavier foi a produção de mensagens particulares cuja autoria era atribuída a personalidades falecidas e dirigidas a seus familiares e amigos em luto. Essas mensagens eram normalmente escritas em sessões públicas semanais, com a participação de centenas de pessoas em luto na esperança de receber uma carta de seus entes queridos falecidos. Estima-se que Chico Xavier tenha produzido cerca de 10 mil dessas cartas particulares. 14,18  Normalmente, tais cartas continham informações pessoais a respeito do falecido e sua família, nomes próprios, sobrenomes e apelidos, além de descrições detalhadas de sua morte. Existem também relatos, que requerem maior investigação, de cartas alegadamente escritas total ou parcialmente em língua estrangeira e com assinaturas similares às dos falecidos quando eles eram vivos. 19,20  Chico Xavier teve um significativo impacto na cultura brasileira. Em 1981, ele recebeu uma indicação para o Prêmio Nobel da Paz, 14  e, em 2010, os Correios do Brasil emitiram um selo especial para comemorar o centenário do seu nascimento. 21  Um dos seus livros,  Nosso Lar  , vendeu mais de dois milhões de cópias e se transformou num filme em 2010, atraindo mais de quatro  4 milhões de espectadores. Além disso, em 2010, um filme biográfico sobre o médium foi visto por mais de três milhões de pessoas no país. 22  Apesar do impacto do seu trabalho, poucas pesquisas têm sido realizadas sobre o tema. Rocha 15  analisou os aspectos estilísticos, formais e interpretativos de vários poemas de Chico Xavier alegadamente escritos por renomados autores brasileiros e portugueses. A análise sugeriu que os poemas não são produtos de simples imitação literária. Além disso, a produção desses poemas exigiria um conhecimento erudito e sofisticado desses escritores. Rocha 23  também investigou os escritos mediúnicos de 12 livros de Chico Xavier atribuídos ao escritor brasileiro Humberto de Campos (1886-1934). Rocha encontrou uma intertextualidade intrincada e sofisticada nesses livros, que só poderia ser efetuada por alguém com profundo conhecimento das obras de Humberto de Campos. Recentemente, Silva 24  realizou uma análise semiótica de dez cartas psicografadas por Chico Xavier e encontrou nelas uma consistente superposição e alternância da expressão das identidades ( ethos ) das personalidades falecidas e do médium. Considerando a limitação das pesquisas sobre as cartas mediúnicas de Chico Xavier e a importância desse trabalho para o estudo da relação mente-cérebro, realizamos este estudo com o objetivo de investigar a exatidão das informações contidas nas suas cartas psicografadas e explorar as possíveis explicações para essa exatidão. MÉTODOS Seleção do caso Realizamos uma busca sistemática das cartas psicografadas por Chico Xavier, publicadas e não publicadas, a fim de selecionar um conjunto de cartas para este estudo. Tal seleção baseou-se nos seguintes critérios: (1) todas as cartas são alegadamente escritas pelo mesmo autor espiritual; (2) as cartas oferecem uma quantidade substancial de informações detalhadas, verificáveis e específicas; e (3) os familiares a quem as cartas foram endereçadas estão ainda vivos e aceitariam ser entrevistados pelos pesquisadores. Com base nesses critérios, selecionamos para este estudo o conjunto de 13 cartas alegadamente escritas pelo espírito de um falecido jovem, Jair Presente (J.P.), que morreu por afogamento no dia 3 de fevereiro de 1974 aos 24 anos de idade. Material Analisamos 13 cartas, que foram escritas entre 15 de março de 1974 e 13 de janeiro de 1979. Oito delas foram publicadas em livros. 25,26  Analisamos as cartas srcinais, que foram mantidas pela família de J.P. Além dessas cartas, outros materiais relacionados ao caso foram coletados e  5 analisados: documentos pessoais e escritos de J.P., dois artigos de jornal sobre sua morte e a biografia de J.P. escrita por sua irmã. Participantes A principal participante deste estudo foi S.P., a irmã única e mais velha de J.P. Seu pai faleceu em 2006, e sua mãe preferiu não participar devido à idade avançada e problemas de saúde. Outros participantes foram três amigos íntimos de J.P. e um amigo de seus pais. Procedimentos As 13 cartas foram estudadas para a identificação dos itens de informação objetivamente verificáveis. Após a identificação desses itens, dois membros do grupo de pesquisa (A.C.R. e D.P.) realizaram entrevistas com os participantes a fim de investigar (a) a exatidão das informações transmitidas nesses itens e (b) todos os meios usuais possíveis através dos quais Chico Xavier pudesse ter tido acesso a essas informações. As entrevistas foram semiestruturadas e baseadas nas diretrizes de Stevenson 27  para pesquisas em sobrevivência da consciência. Realizamos cinco entrevistas com S.P., cada uma com duração média de duas horas. As entrevistas foram gravadas. Depois, os itens das cartas foram pontuados independentemente por três membros do grupo de pesquisa (A.C.R., D.P. e E.S.F.) utilizando as escalas de Concordância e Vazamento (ver abaixo). Instrumentos -  Escala de Concordância : Essa escala, uma adaptação do  Arizona Mediumship-Process Scoring System (AMPSS), 3  foi desenvolvida para o contexto específico deste estudo. Ela foi concebida como uma escala de três pontos para a avaliação da exatidão das informações contidas nos itens das cartas. Os pontos de classificação da escala de Concordância são “Sem concordância”, (0); “Concordância dependente de interpretação ou concordância imprecisa”, (1); e “Concordância clara e precisa”, (2).  -  Escala de Vazamento : O instrumento foi desenvolvido para a pontuação da probabilidade estimada de acesso do médium às informações através de meios usuais (i.e., “vazamento” de informação). A escala de Vazamento possui cinco pontos, a seguir:    Vazamento altamente improvável (0)  –   informação muito específica alegadamente desconhecida dos familiares/amigos da pessoa falecida que tiveram contato com o médium, ou informação que era alegadamente um segredo mantido por algum amigo/familiar e nunca revelado, E houve mínimo contato dos familiares/amigos com o médium (ou com seus assistentes).
Related Search
Advertisements
Related Docs
View more...
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks